terça-feira, 2 de junho de 2009

Amizade...

Queria conversar, mas infelizmente a distância não permite no momento. Na verdade creio que é mais um desabafo.

Não sabia como começar então resolvi fazer uso de um trecho de uma música do cbjr.... "Eu não deixei de achar graça nas coisas....simplesmente hoje quero ser levada a sério...as coisas mudam sempre, mas a vida não é só como eu espero....Existe um dom natural que todos temos...Nossas escolhas vão dizer pra onde iremos." Confesso que não lhe reconheço mais.É incrível como as coisas tendem a mudar tanto.O mundo dá voltas e as pessoas acabam se tornando aquilo que um dia consideravam um erro. "...Nós não somos mais crianças". Tenho consciência disso.SIM!Nós crescemos! Seria isso o gerador dessa perda de personalidade? Ou seria descoberta de personalidade? As vezes acho que não reconheço nem a mim mesma. Talvez você esteja certa! Talvez eu tenha me tornado cética demais, chata demais, fria demais, adulta demais, rotineira demais. Talvez você tenha se tornado liberal demais, moderna demais, quente demais, independente demais, "tô nem aí" demais. Que sociedade e que motivos são esses que nos moldaram assim tão diferentes? Tomamos caminhos distintos e acho que as duas garotas, dotadas de sensibilidade, alegria, personalidade única e muitas coisas em comum, se perderam em algum lugar do trajeto. Nem lugares, nem amigos, nem horários, nem mesmo assuntos em comum. Será que tem volta? E os tantos sonhos e segredos compartilhados? Para onde foram? Confesso que não sei mais quais os seus sonhos, suas descobertas, seus medos, seus segredos. E tenho a trsite sensação de que você tambem não conhece mais os meus. Percebo que essa distância tem aumentado a cada dia e isso me asusta! Talvez não estejamos dando importância como dávamos no passado. O que a vida fez com nossa amizade amiga? Onde foi parar algo que era tão bom, tão bonito e que levamos tantos anos para construir? Me responda, porque eu não sei a resposta. O que a vida fez com você? E o que a rotina fez comigo? Minha preocupação é verdadeira, e tenho pensado nisso por vários dias. Você é muito importante pra mim, acredite. "Mas se for pra falar de algo bom, eu sempre vou lembrar de você..." Espero que não me ache uma boba por escrever isso tudo e que te ajude a refletir, assim como eu tenho refletido.

Não deixe que o esquecimento chege aos poucos e leve tudo embora. Abraços de uma amiga, que ja conselhou, dividiu, riu, tirou sarro, chorou, enxugou lágrimas, mas que aprendeu muito com você o que significa ter uma amiga irmã....e que sinceramente, não gostaria de esquecer e nem de perder isso!

Um comentário:

Lelo WS disse...

De Repente ao ler Lembrei... Será que ainda tenho amigos?
Em contrapartida tbm penso: Será que todo esse afastamento pode ser destino?
Sinderamente minhas ideias maquinam para acreditar que sempre tive o meu amigo, mas nunca mais o procurei...

... Na verdade buscamos e nos preocupamos com tantas coisas dessa vida e rotina e esquecemos do mais simples...

... Um bom papo com nosso velho e chegado amigo e companheiro de longos caminhos.

E a pergunta fica: Temos amigos verdadeiros?